11 / SET / 2017
Encontro reúne líderes do mercado do skate para falar das Olimpíadas

Marquei presença em um encontro que reuniu os maiores líderes do mercado do skate, e isso não acontece com frequência, mas a entrada das Olimpíadas agitou os ânimos dos profissionais do skate que sabem da importância e necessidade de discutir com clareza o assunto. Jornalistas, fabricantes, profissionais de marketing e skatistas profissionais estiveram juntos no espaço "Eu, Tu, Eles", em São Paulo, na noite do dia 08 de agosto para colocar as conversas em dia.

 

Com mais de 70 pessoas presentes, o primeiro assunto foi: Como ficará o skate com os jogos olímpicos. Nas palavras de César Gyrão, fundador da Revista Tribo Skate e idealizador do evento, devemos entender que a melhor forma de o mercado brasileiro conseguir deslanchar é estando unido, trocando informações e com conversas olho no olho, coisas que faltavam muito para a melhor relação entre os empresários.

 

Muitas personalidades importantes para a história desse esporte estiveram presente e deram sua opinião, pessoas como Tanabe (empresário de pistas de skate), Bolota (skatista old school), Ed Scanner (vice-presidente da CBSK) e Sandro Testinha (idealizador da Social Skate) trouxeram muitos conhecimentos baseado nos longos anos que estão andando no carrinho sobre rodas.

 

Algumas coisas que foram faladas:

- O skate e o surfe entraram nas olimpíadas para aproximar os jovens do evento esportivo mais importante do mundo;

- Chegou a hora de skatistas vivarem atletas; - Os competidores devem se tornar os ídolos da galera;

- O mercado nos anos 80 era muito unido, chegou a hora de voltar a ser como antes;

- Precisamos adotar uma postura mais rígida e profissional no mercado do skate;

- O Brasil é o país com maior número de confederações, federações e associações relacionas a esse esporte;

- 2001 foi a última vez que havia sido realizada uma reunião como essa;

 

Clica aqui e confere o vídeo! :D

 

Aproveitei a brecha e deixei um recado importante sobre o skate feminino, que não pode de forma alguma ser esquecido. Deu pra ver que eu estava beeem nervosa, mas tenho certeza que a minha ideia foi passado e que muitos empresários vão poder lembrar disso na hora de pensar sobre o skate no principal evento de esportes do mundo.

 

Bom rolê,

Thais Gazarra

 

;